sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

As Lojas Americanas sacaneia com cliente

Foto: Divulgação/Google

Uma loja com faturamento tão alto, mas cliente destratado

A idas as compras nos shoppins nos finais de ano deveria ser tranquilo e sem stress. Mas não é o que acontece. Tentei não escrever na primeira pessoa, mas como não estava a fim de entrevistar um ou mais de 300 consumidores que passavam pelas as Lojas Americanas, então, resolvi relatar eu mesmo.
Numa tarde de sol em Salvador no dia 9/12, eu e minha gata, loira, resolvemos passar no Center Lapa – Piedade e, principalmente nesta loja – as Americanas para comprar chocolate. Levamos mais produtos do que pretendíamos: chocolates, panetone, um urso de pelúcia e loção bronzeadora. Porém quando percebemos a bagunça das filas que cercava toda a loja e pouco funcionários, ficamos apreensivos. Procuramos gerente, supervisor, mas minguém comparecia. As filas enormes e atendentes com regras de que não poderia atender em qualquer caixa. Explico: Tinha caixa para somente Cds, caixa para eletrodoméstico, e por ai vai. Ninguém compareceu para minimizar a fila. Três horas de espera era pouco. Uma empresa que faturou mais de 2 bilhões no último trimestre. Também pudera, não contrata funcionário e só recebe fatura em dinheiro. Nem mesmo seu parceiro banco Itaú eles não aceitam débito automático, além de não possuir, através do site facilidade para o cliente pagar on line como acontece com a Renner. O que significa que a empresa além de não respeitar o parceiro pouco se preocupa com seu cliente e, anda na idade neolítica. Tentei até comer meu próprio chocolate, depois de pago ali dentro para chamar atenção, mas são tao displicentes que não percebera. Portanto, aqui vai nosso repúdio a essa loja – Lojas Americanas o que tem rima de “sacana” ou seja faz sacanagem com os seus clientes. Como Jornalista, me apresentei a uma das atendentes pedindo que queria falar com gerente como profissional e não mais como cliente, nada. Um cachorro estava ali. Aqui deixamos nossas insatisfações e pedindo amigos, leitores, que caiam fora desse tipo de loja. Consumidor merece respeito e não é cachorro como trata as Lojas Americanas. Relato com a convicção de que essa não foi a primeira vez. Não há funcionários para orientar o cliente de um certo produto em alguma secção. Acho que os orgãos de defesa do consumidor deveriam visitar mais esta empresa, verificar se anda em dias com seus deveres com os funcionários, etc.. Mas uma vez aos meu leitores pedimos que não se passe como um cão perdido dentro desta loja. Pagamos asa compras e fomos embora. Se você tem relato a respeito desta loja. Nos escreva. Participe da lista NEGRA das empresas brasileiras

Nenhum comentário: